Bridge Analógico <=> DMR

Está em funcionamento uma “bridge” que interliga a nossa rede de repetidores VHF (AllStarLink) ao TG 2689 da rede FreeDMR.

Com essa “bridge” torna possível a comunicação, em ambas as direções, entre a rede VHF analógica e a rede digital DMR.

Repetidores DMR

A nossa Associação instalou recentemente mais um repetidor de DMR, localizado na nossa sede com o indicativo CQ1UPDL.
Estamos nesse momento a converter mais dois repetidores para completar a cobertura de Ilha toda em DMR.
Agora ambos os repetidores ativos, fazem parte das redes BrandMeister e FreeDMR, o funcionamento da rede BrandMeister mantém-se inalterada, enquanto que para transmitir via rede FreeDMR terá de usar a máscara de TG 5XXXXXX (7 dígitos).
Por exemplo, se pretender transmitir pelo TG Nacional (268) via FreeDMR, deverá programar no seu rádio o TG 5000268 e TG 5002686 para o TG Açores (2686).

Rede AllStarLink

A Associação de Radioamadores dos Açores implementou o AllStarLink na sua rede de repetidores de VHF.
O AllStarLink é uma rede mundial de repetidores de rádio amador, estações base remotas e pontos de acesso (Hotspots) acessíveis uns aos outros através da Internet e/ou redes IP privadas. O software AllStar é executado num computador Linux dedicado (como o Raspberry Pi) que pode ser instalado em sua casa, estação de rádio, clube, escola, universidade ou local de trabalho. O AllStar é baseado em Asterisk PBX de código fonte aberto e é lançado sob a GNU GPL e é gratuito para todos.
A nossa rede Allstar está configurada para funcionamento primário através de uma rede privada de IP, sendo que a disponibilidade na Internet é de disponibilidade secundária. Na prática a ativação de qualquer repetidor faz que os outros, ligados a mesma rede, sejam também ativados. Assim sendo, pretendemos no futuro a expansão desta rede.
Esta é a primeira rede AllStarLink implementada em Portugal.

AllStarLink
AllStarMap

Crise Sismovulcânica de São Jorge

Um grupo de radioamadores da ilha de São Jorge está em prontidão, caso falhem as comunicações na ilha.
O radioamadorismo tem vindo a perder seguidores em todo o mundo, com o desenvolvimento da tecnologia – no entanto, há quem não deixe desaparecer esta que pode ser a última ferramenta de comunicação em situação de catástrofe.

Plano de Comunicações de Emergência para a Crise Sísmica na ilha de São Jorge

Frequências de VHF
Repetidores de trabalho para atividade no lado sul da ilha de S. Jorge:

  • Repetidor Principal: R3 – Pico – RX 145.675 MHz, TX 145.075 MHz., tone-123. (São Roque do Pico)
    Em alternativa R2 – Pico – RX 145.650, MHz, TX 145.050 MHz, tone-123. (São Roque do Pico)
  • Repetidor Secundário: R0 – Faial- RX 145.600 MHz, TX 145.000 MHz., tone-123. (Cabeço Gordo)
  • Repetidor de reserva R-S.Jorge – RX 145.6375 MHz, TX 145.0375 MHz, Tone – 67. (Macelinha/Topo)

Repetidores de trabalho para atividade no lado norte da ilha de S. Jorge:

  • Repetidor Principal: R5 – Terceira – RX 145.725 MHz., TX 145.125 MHz., tone-88.5. (Serra do Cume)
  • Repetidor Secundário: R4- Terceira – RX 145.700 MHz., TX 145.100 MHz., tone-88.5. (Serra de S. Barbara)
  • Repetidor em S. Miguel (R7) – RX 145.775 MHz., TX 145.175 MHz., tone-88.5. (Pico dos Santo de Cima)
  • Frequências para trabalhar em direto VHF – 145.500,00 MHz. – 145.525,00 MHz. – 145.550,00 MHz.

Frequências de HF
80MT – 3.750.00 MHz. – 3.760.00 MHz. – LSB (Durante a noite)
40MT – 7.100.00 MHz. – 7.110.00 MHz. – LSB (Durante o dia)
20MT – 14.300.00 MHz. USB (Para o exterior da região)

1 2 3 4 5 14